Psoríase Não Tem Cura?

Sugestões Pra Notar A Pedra Do Telégrafo No Rio De Janeiro

Psoríase é uma doença de pele que se caracteriza pelo aparecimento de lesões avermelhadas e descamativas, em geral com casca esbranquiçada que se encontram preferencialmente próximo à raiz dos cabelos, nos cotovelos e nos joelhos. Por ser uma doença crônica, uma vez manifesta, tem que ser tratada pela existência toda. Bem que algumas vezes desapareçam totalmente, as lesões podem reaparecer de tempos em tempos, em especial, no inverno. Pessoas com psoríase devem saber que não têm uma doença contagiosa e que o estresse coopera o aparecimento das crises.

Advertisement

Apresentação ao sol e hidratar a pele são duas recomendações consideráveis para o tratamento da psoríase. Drauzio - Você poderia indicar as principais características da psoríase? Luis Torezan - A psoríase é do grupo das doenças eritemodescamativas. Caracteriza-se por lesões bem delimitadas, normalmente em placas - as pequenos são chamadas pápulas -, eritemas e descamações mais evidentes e grosseiras, principalmente na tríade couro cabeludo, cotovelo e joelho.

Drauzio - Vamos salientar algumas imagens de lesões Leia A Transcrição Da Entrevista De Cesar Maia à Folha E Ao UOL pela psoríase. Pela imagem 1, elas aparecem perto ao couro cabeludo. Luis Torezan - As lesões em placas da imagem 1 apresentam eritema descamativo, ou melhor, vermelhidão e descamação típicas da psoríase. Drauzio - São lesões que se parecem com as da dermatite seborreica? Luis Torezan - Várias vezes, podes aparecer um quadro chamado de seboríase, ou melhor, um quadro de dermatite seborreica membro ao de psoríase, e isso evita um diagnóstico clínico conclusivo, porque nem mesmo a biópsia confirma uma ou outra circunstância.

Advertisement

Só anos mais tarde, com o evoluir da doença, torna-se possível dizer se é um caso de dermatite ou de psoríase. Em geral, no momento em que a lesão se localiza pela orla do couro cabeludo, costuma ser psoríase. No momento em que é mais difusa e se espalha em todo o couro cabeludo, apresentando uma descamação mais fina (que se chama furfurácea), pouco mais de oleosidade e vermelhidão menos intensa costuma ser dermatite seborreica.

Drauzio - A imagem dois mostra uma lesão localizada atrás do Gisele Bündchen Confessa: ‘Ganho Bem, No entanto Não é Tudo Isto Que Falam’ . É um caso de psoríase ou de dermatite seborreica? Luis Torezan - É um caso clássico de psoríase, bem que nesta região também ocorra com menos regularidade a dermatite seborreica. Pela imagem 3, dá pra visualizar como a lesão de psoríase é bem delimitada.

Advertisement

Podes-se até traçar uma linha fechando um círculo ao teu redor. Drauzio - Na dermatite seborreica os bordos são menos nítidos? Luis Torezan - Se rasparmos os cabelos de alguém com psoríase, iremos distinguir lesões esparsas, uma aqui, outra ali. Nos casos de dermatite seborreica, a vermelhidão é difusa e generalizada. Drauzio - Que tipo de lesões são essas pela palma da mão pela imagem 4?

Luis Torezan - Lesões em placas como essas, que podem confluir, são próprias da psoríase. Na dermatite seborreica, não existe esse quadro palmar. Ela se manifesta em áreas mais propensas à seborreia como couro cabeludo, sulcos nasogenianos, sobrancelha e, possivelmente, pela localidade do V do decote ou no dorso grande onde são capazes de transcorrer também quadros acneicos, de espinhas.

Advertisement
  • Prenda alguns dos fios caídos pela apoio do coque
  • Como encerrar com as rugas profundas
  • Doces e sobremesas PAVÊ DE BOMBOM SONHO DE VALSA Delicioso (Como fazer passo a passo)
  • 5 - Maquiagem
  • 3- Valorizar a Parcela do alto do Corpo humano
  • Bela mesa decorada em tons de azul e branco
  • Pincel para lábios
  • 71 Dados, não suposições

Drauzio - Que lesão é essa visão pela imagem 5? Luis Torezan - É uma lesão típica de psoríase. São pápulas isoladas que confluem formando placas e apresentam eritema caracterizado na coloração avermelhada. A descamação é miserável, contudo apresenta pra perceber direito grau de infiltração, ou melhor, as lesões estão elevadas e declaram uma borda maior. As infiltrações ocorrem mais em psoríases não tratadas.

Advertisement

Por este caso, quando as pessoas procuram atendimento, imediatamente têm lesões elevadas e mais descamativas, no entanto muito incertamente reclamam de prurido, de coceira. Drauzio - E as lesões das imagens seis e 7? Luis Torezan - Na imagem 6 aparece um caso clássico de psoríase: borda delimitada, placas eritematosas bem avermelhadas e descamações no centro. O da imagem sete bem como é clássico, no entanto indica uma lesão mais avançada no cotovelo.

Share This Story

Get our newsletter